GRATIDÃO E UM POUCO DE PAZ POR FAVOR



Oi pra você!

Então, hoje eu me encontro feliz!

Porque hoje eu tenho uma coisa que se chama conforto. 

Durante toda a minha vida eu sonhei em viver esse momento, em ficar calma e saber que tudo está fluindo, em poder ir ao mercado e comprar aquela bobagem que eu gosto e não me preocupar com o orçamento, em sair no fim de semana pra ir ao cinema sem me preocupar que vai faltar comida no fim do mês. 

Nossa, eu nem acredito que esse dia chegou pra mim!

Para você que não está a par dos acontecimentos eu vou resumir...

Eu nasci em uma família pobre, vi meus pais penando pra pagar as contas, cresci, batalhei pra fazer faculdade, dai em 2014 eu casei e tudo ia bem, meu marido se desempregou em 2015, eu trabalhei até agosto de 2016, sendo a principal fonte de renda da casa, o Rafa ganhava uma grana com alguns freelas e serviços temporários e assim foi até a depressão me devorar, me vi com diploma na mão, uma administradora formada, deitada na cama sendo convencida a sair dela e o mundo, desabou. Perdi o emprego, fiquei com algumas parcelas do seguro e em 2017 não conseguia nada, não conseguia um emprego de jeito nenhum e o Rafa penando também. 

2017 beiramos a fome, a barriga não chegou a doer, mas passou bem perto, foi um ano tão doloroso, um ano cheio de desafios, um ano que em Setembro/Outubro ficou melhor porque arranjamos emprego, mas, novamente a depressão deu conta de me dar outra rasteira e desisti, resolvi tirar "férias remuneradas" vulgo "ser sustentada pelo marido" e isso obviamente não deu certo, porque eu sou uma pessoa independente e ficar em casa sendo sustentada não faz meu tipo, comecei a me sentir inútil e olha só, a depressão começou a tomar conta dos meus dias novamente.

Mas hoje eu estou bem, digamos assim, estável, tenho um emprego, que é bom, tenho um salário e com ele vieram as pequenas regalias que falei no início. Hoje posso me dar ao luxo de fazer coisas levemente extravagantes sem culpa. Conseguimos adquirir algumas coisas que estavam nos fazendo falta, conseguimos dormir sabendo que nada vai faltar no fim  do mês e isso não tem preço.

Hoje eu consigo sonhar e saber que é possível. Hoje eu posso pensar em uma pós graduação, posso ponderar voltar a estudar inglês, posso escrever, posso fazer as coisas que amo e me sentir útil de novo. Eu posso me tratar, porque o meu emprego dá plano de saúde e pela primeira vez em 10 anos sendo escrava da depressão eu posso ver lá no horizonte o tratamento, eu posso viver, posso superar, posso olhar para traz e saber que passou, que acabou e que mesmo que hoje um imprevisto aconteça, não será como antes, será mais fácil, muito mais simples de superar.

Não acho que consiga explicar o quanto é incrível a sensação que eu estou sentindo hoje, de olhar pra vida e ver que ela está boa, que eu posso ficar tranquila, que me é permitido ser feliz, que não é uma ilusão, que isso existe e está ao meu alcance.

A minha vida está longe de ser perfeita, mas ela está certamente muito mais maravilhosa do que estava há um ano e, certamente, estará melhor daqui a um ano e é isso que faz eu agradecer, essa constante mudança, essa evolução, eu acredito que muito já veio, mas muito ainda virá e que eu ainda vou ter muitos motivos pra me sentir grata e isso é a melhor coisa que eu posso desejar a mim mesma.

Que dias sempre melhores venham e que a felicidade seja a regra e não a exceção. 


2 comentários:

  1. Lethycia Venâncio20 de abril de 2019 20:19

    Gratidão é uma palavra tão linda né? sempre quando ouço fico pensando em nunca me esquecer de ser grata por tudo que já vivi até aqui. Amei o texto, você apavorando como sempreee hahaha beijos amiga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim gratidão é muito importante. Brigada pelo elogio!

      Excluir

Oi pra você! Leu o post? Então deixa a sua opinião, gostaria muito de saber o que você achou >.O