A ESTRADA – CORMAC MCCARTHY


Oi pra você! Com vontade de ter experiências literárias diferentonas? Então eu recomendo o livro A Estrada de Cormac McCarthy!

Esse livro é uma experiência completamente única, a história é uma narrativa sobre a jornada de um pai e seu filho, caminhando em uma estrada deserta em busca de um lugar seguro após uma difícil fase que devastou o mundo. 

As cidades estão abandonadas, as casas apodrecendo e as pessoas que eles encontram ao longo do caminho, nada mais são que sobreviventes dessa devastação.

O que torna o livro interessante no entanto é sua simplicidade, o mundo está desolado, mas em nenhum momento o leitor é apresentado ao real motivo dessa situação, não se sabe o que aconteceu, não se sabe há quanto tempo o mundo está desse jeito, não se sabe quem são esses personagens, seus nomes, suas origens e como chegaram até ali. Temos breves vislumbres, meras lembranças vagas que dão margem a teorias, no entanto, nada fica claro.

Ao longo das páginas você vai conhecendo a relação de pai e filho, um homem que perdeu seu mundo, uma criança que aparentemente nunca conheceu outra realidade, não sabemos quantos anos o menino tem, mas sabemos que ele é muito maduro, lapidado pelo mundo hostil que o rodeia.

Apesar de simples o livro é muito envolvente, não há nele nenhuma trama extraordinária, é apenas realidade pura, apenas uma jornada, uma constante caminhada e você espera que as coisas se desenrolem, torce pela dupla, torce para chegarem onde devem chegar e se emociona com a verdade dura e simples do quanto eles sofrem e do quanto estão exaustos, do quanto querem que isso termine, seja como for.

É um livro bastante forte, bastante realista e que deixa o leitor muito impressionado, os mais empáticos (como eu) podem até se emocionar em algumas cenas mais dramáticas.

A narrativa é bem fluída e fácil, não tem divisão de capítulos, outro fator que torna esse livro bem diferente do comum, ele é um texto corrido, envolvendo tanto o leitor que a falta de interrupções leva a horas a fio lendo sem conseguir uma deixa para as pausas, ou seja, é um livro que facilmente pode ser lido de uma só vez.

Confesso que não conheço outras obras desse autor, logo, não sei dizer se os demais livros dele possuem as mesmas características.

Sendo assim tão interessante, não é nenhuma surpresa o fato da obra ter conquistado o primeiro lugar no Prêmio Pulitzer e também ter sido adaptado para o cinema.


2 comentários:

  1. Me interessei muito por esse livro! Não sei porque mais todaaas as tuas resenhas eu me interesso hahaha e olha que temos gostos literários diferentes né? Kkkkkkkk beijos

    ResponderExcluir

Oi pra você! Leu o post? Então deixa a sua opinião, gostaria muito de saber o que você achou >.O