Completamente Desgrenhada


Sabe a mente? Ela mente.

Ela mente o tempo todo e sobre todas as coisas possíveis, ela mente o que você vê o que você ouve, o que sente e o que se lembra. Ela mente a nossa realidade, para o bem e para o mal, a nossa mente simplesmente, mente e não estou tentando rimar apenas dizendo a verdade.

A realidade é confusa e nossa mente a deixa mais simples para que possamos sobreviver em meio ao caos. O problema no entanto é que as vezes nós perdemos a ilusão e vemos o mundo como ele é, nos olhamos e percebemos que estamos completamente desgrenhados, mal arrumados para a ocasião e nos constrangemos com essa sensação de não estarmos adequados. 

Então, resolvemos nos adequar, nos modificar, colocar o traje para a ocasião e seguir conforme a música, só que o pior acontece, o traje é desconfortável, os sapatos são apertados, as costuras apertadas o penteado dá dor de cabeça, a maquiagem coça, tudo pinica, aperta, dá alergia, tudo incomoda, mas nos esforçamos para mantermos o alinhamento, para remarmos como a maré, para não sermos taxados como os desleixados da vida.

O tempo passa e cada dia nos sentimos mais exaustos em manter a compostura, enquanto estamos nos deteriorando por dentro, nos machucando e sofrendo, sabendo que não somos o que demonstramos, mas precisamos ser, senão o mundo não vai nos aceitar, temos que dar o nosso melhor, ninguém pode descobrir que somos impostores.

Nesse ritmo, só existem duas possibilidades. Sermos descobertos e sumariamente humilhados em público ou desistirmos de tudo e nos escondermos num beco escuro para que o mundo não possa nos ver.

Essas são as chances, as possibilidades que conhecemos, mas quer saber? Eu conheço uma terceira opção, uma que não dá tanto trabalho de sustentar e que te imuniza contra o lance de ser humilhado em público. 

ACEITAÇÃO! Sim minha gente, aceitação, quando você decide que vai ligar o botãozinho com "F" (vulgo Foda-se) você começa a ver o mundo mudar, se você não liga para a roupa certa para a ocasião, se não liga para todo mundo te olhando com desdem, torcendo o nariz pra sua gordurinha localizada, para o seu cabelo bagunçado e para o seu sapato confortável você se torna muito mais feliz.

Vai aprendendo que há coisas mais importantes do que ficar OK com os esnobes e quando digo esnobes, estou falando do povo preconceituoso que odeia você pelo simples fato de você não ser como a maioria, não ter a pele, o cabelo, os olhos, o corpo, a personalidade, a etnia, o gênero, a idade, o estilo ou, seja lá o quê, mais adequado.

Você precisa olhar no espelho e se assumir, lembrar que a mente as vezes mente dizendo que você devia entrar nos padrões, mas não dê atenção a ela, se ame como é, pense em tudo mais que você tem além das aparências, em todas as coisas incríveis que pode fazer, mesmo que sejam coisas incríveis completamente inúteis, mas são suas, são pequenos pedacinhos de você e merecem ser valorizados.

Esqueça esse lance de não querer se destacar, isso é mentalidade de quem é covarde, os corajosos querem mesmo é amarrar uma melancia no pescoço e sair na rua chamando a atenção, mostrando e ofendendo o mundo com a sua peculiaridade dizendo "Ei mundo, eu sou diferente, morra de angústia com isso!". Quem não é visto não é lembrado, veja os grandes nomes da história, eles não são grandes nomes por serem padrão.

As pessoas criticam aquilo que não conseguem fazer, elas falarão mal de você, sim, mas é porque elas também estão apertadas dentro do traje da ocasião e não tem força de vontade suficiente para assumir que querem usar algo mais confortável. Além disso, existem aquelas pessoas que se inspirarão na sua atitude e cada dia mais e mais o certo deixara de ser o traje de ocasião e sim o bom e velho traje confortável.

Então, esqueça as convenções, ignore quando a sua mente, mente para você e se assuma COMPLETAMENTE DESGRENHADA!


2 comentários:

  1. Me identifiquei muito com esse texto! Por muito tempo eu quis ser essa pessoa que queria de toda maneira fazer parte do “padrão”, com o tempo fui percebendo que não teria como, mesmo se eu chegasse nos kg daquela tal pessoa não ficaria igual, porque simplesmente somos pessoas diferentes, com corpos diferentes e foi aí que me aceitei, emagreci por consequência de uma vida mais saudável, sem focar nos padrões! A vida fica mais leve quando a gente se aceita e vê que somos pessoas interessantes da nossa maneira e temos muitas qualidades. 🥰🥰🥰

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente se perde nessa paranoia né? Dai esquece de ser feliz. Como você disse, a vida fica mais leve quando a gente se aceita. =)

      Excluir

Oi pra você! Leu o post? Então deixa a sua opinião, gostaria muito de saber o que você achou >.O