Cuidado com as Chaves - #EscritaCriativaBLM 16

Chave

A chave é uma peça simbólica, que simboliza segredo, privacidade, proteção, entendimento e muitas vezes até confiança. Acho belos conceitos e gostaria de falar mais sobre esse objeto tão comum.

A chave é como uma senha, só quem pode acessar o que está guardado por uma chave é o portador ou alguém que foi digno de confiança para receber uma cópia.

Pensando agora na vida, você tem seus pensamentos, medos, encanações e várias vulnerabilidades que você guarda dentro de si, essas coisas são particulares, são seus "segredos" aquelas coisas que as pessoas podem usar para te ferir e magoar, então de um modo geral você coloca estas coisas em uma caixa ou atras de uma porta metaforicamente e usa uma chave para que só você tenha acesso. 

Conforme você vive, vai confiando em algumas pessoas e dando acesso a sua chave, deixando que veja o "compartimento dos segredos", mas nem sempre estamos certos em relação as pessoas da nossa confiança e elas acabam usando aquelas coisas para nos magoar, espalham para outras pessoas e em alguns casos podem até fazer uma cópia não autorizada da chave para dar a pessoas que podem machucar você. É por isso que proteger a chave é tão primordial para as pessoas.

A questão é que, por conta dessas decepções, a reação pode ser um instinto exacerbado de proteção. Você começa a criar chaves, para abrir coisas menores que se bem preservadas dão novas chaves para as zonas mais profundas e deixando o acesso ao seu eu interior ser cada vez mais dificultoso e burocrático.

Ai então é que vem o problema, esse exagero de proteção afasta as pessoas, faz com que você se torne um robozinho distante e enigmático. As pessoas começam a te enxergar como inacessível, difícil e os mais desencanados tendem a desistir fácil de você e até mesmo você tende a ter mais e mais dificuldades de se conectar com a sua essência e se perde no meio do molho de chaves, sem saber mais a ordem porque afinal de contas, são muitas chaves.

Eu entendo que a coisa mais importante para tudo na vida é o equilíbrio. É ter suas camadas seguras e sua acessibilidade aos demais facilitada na medida do possível. Na vida não se pode ser um livro aberto, porque dá margem de que todos tem o direito de escrever sua história, mas também não precisa ser uma prisão de segurança máxima onde nada entra e os seus sentimentos sufocam. Precisa haver um meio termo.

Não dá para viver uma vida segura e feliz, porque em muitos momentos você vai ter que se arriscar, as vezes vai valer a pena e em outras não. Quem não dá nada não recebe nada, a vida é um mercado de trocas, você dá e recebe, as vezes não na mesma proporção porque nem todas as pessoas são justas em  suas trocas e tudo bem se dar mal as vezes, você irá compensar em outras oportunidades, não generalize, não crie barreiras desnecessárias nem seja acessível demais. Pessoas gostam de pessoas que gostam de si mesmas, as vezes o mundo não vai avaliar você pelos seus erros ou acertos, mas pela forma que você se comporta nas situações.

Então a dica é: 
Cuidado com as chaves, elas podem ser úteis, mas podem te isolar também, use com sabedoria.

Ah e não se preocupe em ser sábio logo de cara, essa característica você adquire ao longo da vida. É uma das poucas coisas que não se pode ensinar, frutifica sozinho e em cada um se manifesta de um modo, não se esforce demais buscando, porque forçar a busca da sabedoria é, sem dúvida alguma, a coisa menos sábia que alguém pode fazer.

0 Comentários:

Postar um comentário

Oi pra você! Leu o post? Então deixa a sua opinião, gostaria muito de saber o que você achou >.O